domingo, fevereiro 17, 2008

Desafio da Jana

Recebi há alguns dias o desafio abaixo:



1. Pegue no livro mais próximo, com mais de 161 páginas – implica acaso e não escolha.
2. Abra o livro na página 161.
3. Na referida página procure a 5.ª frase completa.
4. Transcreva na íntegra para o seu blogue a frase encontrada.
5. Passe o desafio a cinco bloggers.


Por um acaso peguei "Os Contos de Grimm", na página 161, lá estava o conto da "A Bela e a Fera".








- Ai, minha filha preferida! Comprei esta flor por um preço muito alto: prometi te dar a um leão selvagem, e quando ele a tiver, vai decerto despedaçá-la e comê-la. - E contou à filha tudo que se passara, sugerindo que não cumprissem a promessa ao leão e esperassem para ver o que sucederia.
Mas a filha o confortou, declarando:

- Pai querido, o que prometeste deve ser cumprido. Irei até o leão e o acalmarei para que me deixe voltar para casa a salvo.


Fala-se muito da jornada do herói... de Hércules, Jasão e Aquiles. Mas pouco se fala sobre a jornada feminina. A jornada da heroína que normalmente vai ao encontro da morte certa porque é o que precisa ser feito. Exigência do sacríficio em troca da paz, o sangue que se derrama para que a vida continue a existir. Toda mulher não faz esse sacrifício mensalmente?

Bela vai ao encontro do que seria a morte... se não fosse sua capacidade de gerar a vida. Verter sangue não é perda, para uma mulher, mas o símbolo de sua força. E através dessa sua capacidade de se sacrificar em prol da vida, ela consegue resgatar o príncipe perdido no interior da fera.
Como ela havia prevenido ao pai, acalmou o leão e retornou a salvo.



E depois tem gente que duvida da força feminina...




0 escritos: