segunda-feira, abril 13, 2009

Perdão

fotografia por Betsie Van der Meer

Por Persephone / Ana Marques

Sou teu sonho esquecido
nos idos dos anos
que foram fortes
que foram jovens
que foram.

Que eu tenha sido em vão...
perdôo.
Que eu tenha vivido em estrelas...
perdôo.

Que tenhas me esculpido em pedra,
me pintado na tela
e da matéria ter exilado a emoção...

perdôo não.

3 escritos:

Jéssica Modinne disse...

Olha, eu sei que comentários (como esse que ta lendo) são superficiais, mas eu só posso dizer que o poema é lindo.

Gostei muito do seu blog, pq é daqueles raros, que a gente encontra "ao acaso", mas que valem a pena.
Vou linkar o seu blog no meu. =)

www.hoppipollablog.blogspot.com

Thiago Morian disse...

Belo blog, bonito poema tdm


http://jonoticias.blogspot.com/

Fernando Ramos disse...

Perfeito. Perdoo pelos bons momentos que vivemos e que talvez ainda vivêssemos, se você não tivesse voltado atrás em tua decisão, sendo covarde e me irritando, demonstrando que não estavas certo do que queria quando me magoou terminando a relação.

Vi tudo isso escrito aí. História minha. Senti-me mal. =/